• Edith Ornellas

Empreendedorismo – Parte 33


No texto de hoje, quero compartilhar primeiro uma notícia interessante e de suma importância para quem quer abrir um negócio ou expandi-lo, para depois pontuar algumas observações.

Segundo o bahia.ba de 02/06/2021:


Sebrae identifica 10 atividades econômicas que mais abriram negócios neste ano; veja lista

No topo da lista, estão os setores de vestuário e acessórios, promoção de vendas, cabeleireiro, manicure e pedicure


Muitas pessoas têm conseguido empreender no Brasil, mesmo em meio à pandemia de Covid-19. Um levantamento realizado pelo Sebrae identificou as 10 atividades econômicas que mais atraíram a atenção dos empreendedores brasileiros com oportunidades de negócios. Ao todo, essas atividades já geraram mais de 1 milhão de novas empresas em 2021 – ao longo de todo o ano passado, foram registrados cerca de quatro milhões novos CNPJ registrados. No topo da lista está o comércio varejista de vestuário e acessórios com aproximadamente 56 mil novos CNPJ abertos neste ano. Nos últimos anos, a atividade tem se mantido entre as mais procuradas pelos empreendedores.

(...)

Confira as Top 10 atividades econômicas dos empreendedores em 2021

Comércio varejista de vestuário e acessórios – 56 mil Promoção de Vendas – 46 mil Cabeleireiro, manicure e pedicure – 36,5 mil Fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar – 32,5 mil Obras de alvenaria – 32 mil Serviços de documentação e apoio administrativo – 29,5 mil Restaurantes – 28 mil Lanchonetes, casas de chá, sucos e similares – 24 mil Transporte de cargas – 22 mil Comércio Varejista de bebidas – 21 mil

Bahia.ba | Sebrae identifica 10 atividades econômicas que mais abriram negócios neste ano; veja lista


Observe que no início do texto a redação afirma que “muitas pessoas têm conseguido empreender no Brasil”, com base numa lista de abertura de negócios. Atente para o fato de que abrir um negócio não significa “conseguir empreender”. Já falamos em textos anteriores que empreender remete a ser sustentável, socialmente responsável, criativo, assertivo, resiliente, entre outros atributos que aumentam as possibilidades de o negócio ter solidez e se manterem assim por muito tempo no mercado. Ou seja, ser eficiente e eficaz com efetividade. Fora disso, são apenas negócios.


As forças externas que pressionam para que o negócio não continue, para que não se consiga permanecer com o negócio aberto são muitas e muito fortes, e estamos falando de altos tributos, de concorrência pesada e com forte lastro financeiro para suportar tempos difíceis, bem como, altos juros de instituições financeiras. Então, o que temos, são muitas pessoas tentando empreender no Brasil, mas muitas apenas tendo negócios.


Quanto à lista dos 10 segmentos mais procurados para empreender, com certeza poderá dar um ótimo suporte aos aspirantes a empreendedores, porque poderá se utilizar essa lista como balizador na hora de se escolher o segmento para atuar, obviamente, delimitando a pesquisa ao espaço a que se quer colocar o negócio, sem estender a todo o país.



#resultado #empreendedorismo #empreendedor #empreender #economia #sociedade #crescimento #educacao #educacaoprofissional #educacaocontinuada #empresas #negocios #técnica #conhecimento #informação

Agradecemos a sua visita!

Fale conosco! E-mail: adm@jpoadvisor.com | Whatsapp: (75) 99294-6743.

Sucesso e prosperidade!!

Equipe JPO Advisor.